Páginas

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Poesia RocksBariana

Há por aí quem se recorde deste verdadeiro mito???! O único single dos The Taylors a primeira banda punk-rock do Ciborro...

"Geração Com Razão"

Seguia na rua na solidão da noite
Entrebiquei numa pedra, numa pedra de haxixe
Não queria acreditar no que meus olhos viam
Todos os amigos juntos, todos eles sorriam
Pensei em fugir, em não os enfrentar
Mas tinha curiosidade e eu tive de experimentar:
«Mas que merda é esta, mas que droga tão fixe
mas que merda é esta, o cérebro que se lixe!».

Sou outra pessoa, tenho amigos sem fim
Toda a gente me conhece todos gostam de mim
Que podre a sociedade onde se vive assim
Que pessoas tão vazias, que mentes perversas
Onde só os temas fúteis se discutem nas conversas.
Por isso tenho de continuar e não há como o evitar:
«Mas que merda é esta, mas que droga tão fixe
mas que merda é esta, o cérebro que se lixe!».

Ajuda a esquecer os problemas da vida
Vamos vivendo na tranquilidade de uma juventude perdida
Continuamos a evoluir, nós vamos crescendo
Mas no fundo todos pensamos.«Aos 40 eu aprendo!!»
Até lá quero curtir, quero andar por ai
Ó trabalho vai-te embora, eu não quero bolir!!!
Arranjam-se mais uns trocos, sem ser preciso pedir
Eu não sou viciado, mas vou ter de o repetir:
«Mas que merda é esta, mas que droga tão fixe
mas que merda é esta, o cérebro que se lixe!».

A mente é fraca, a cabeça levezinha
Todas elas rebentam, todas menos a minha
È assim que eu penso e toda uma geração
Vamos seguindo o rumo desta grande ilusão
Só há um caminho, só vejo uma solução
Na rua ou no café apanhar o porradão..
Mas que pensaria o meu pai e a geração antiga
Se até a puta da mini tenho de beber escondida!
Vou me refugiando nestes temas infinitos
Continua-se ás escondidas para evitar conflitos:
«Mas que merda é esta, mas que droga tão fixe
mas que merda é esta, o cérebro que se lixe!».



by Bethoven (em 2000)

Chegou a existir uma gravação de áudio, mas não sei por onde anda essa preciosidade.

Estes eram os The Taylors!!!

domingo, 23 de novembro de 2008

Dois Coelhos

Sábado foi de dia de petiscada no no Rock`s Bar, desta vez dois coelhos fritos para normalizar os niveis do colesterol! Acabou por ser uma espécie de festejo do aniversário do Birras, que nos presenteou com as bebidas...

Para não variar, sobrou muito pouco que comer e beber, até os ossos foram devorados pelo nosso Zequinha!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Conselhos do Engenheiro Bethoven

Estava para aqui a pensar como inovar no blog, e não é que descobri que sou Licenciado em Engenharia do Ambiente ??? Assim, vou publicar, com assiduidade, alguns conselhos muito simples para optimizarem a vossa forma de prevenção ambiental.

Os próximos posts desta rubrica, acompanhando a crise em que vivemos, serão sobre formas de poupar água em casa. Começamos pela casa de banho....

Poupe Água Na Casa de Banho!!!


  • Tome duche em vez de banho de imersão de forma rápida e eficaz, ao ensaboar-se não deixe correr a água do chuveiro; (as partes intimas e entranhas lave só de 2 em 2 dias ehehe)
  • Utilize chuveiros de baixo caudal e fluxo turbulento (para tirar o surro), assim como compressores nas torneiras;
  • Sempre que tiver de esperar pela água quente no duche, encha um balde ou alguidar de água até ela atingir a temperatura desejada. Esta poderá ser utilizada para outros fins;
  • Enquanto escova os dentes ou se barbeia feche a torneira. Assim poupará 10, 20 ou mesmo 30 litros de água. Use o copo para lavar os dentes. (cuidado se tiver de ressaca!!!)
  • Nas lavagens de higiene pessoal, tape o buraco de saída da bacia e encha-a apenas com a água indispensável. Ao lavar as mãos, se deixar a torneira aberta poderá gastar 2 a 18 litros de água.
  • Em cada descarga do autoclismo gasta 10 a 15 litros de água. Deve utilizá-lo só quando for necessário; (deixe um calhau a boiar de vez enquando, cheira mal mas estamos em crise!!!)
  • Opte por um autoclismo de baixa capacidade ou de dupla dose e diminua o volume de descarga do autoclismo colocando uma garrafa cheia de água ou areia no depósito do autoclismo; (com a garrafa em 2 anos recupera o investimento no autoclismo)
  • Para saber se o seu autoclismo perde água ponha umas gotas de corante no depósito e se vir água corada na sanita, sem ninguém ter puxado o autoclismo, é porque existe uma fuga; (ou anda a evacuar tipo arco iris)
  • Não transforme a sanita em recipiente de lixo. Restos de comida, cabelos, papéis, cigarros vão para o lixo. (sanita é para sentar a peida!)

Fácil de falar, prático de efectuar....

em breve, Poupar Água na Cozinha.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

História em Fotografia


Os comentários da foto para a legenda estão por vossa conta! Venham de lá essas bocas...

Legenda:
  1. A 17-02-2006, comemoração do Aniversário do Choca. (Bethoven)
  2. Estavam todos atentos ao quê exactamente??? (Sarrafo)
  3. O Birras olha para baixo,o PP olha com cara de admiração,o Beto está pronto para dizer um piada sobre "algo" do Birras, eu, o Xixito, o Macaco, o Samu e o Jimmy não ligamos muito pois estamos com fome, e a Joana trabalha... (épá até descreves-te a cena bem, mas agora no fim a Joana trabalha?? Na cozinha? Não combina...) (Sarrafo)
  4. Mas afinal o que é que o Birras tinha nas partes baixas que interessá-se??? (Sarrafo)
  5. A Joana devia estar a destapar era uma mini que eu na caio nessa de estar a trabalhar. (Joana)
  6. E para o Jimmy estar a olhar era porque se passava ali alguma coisa que tinha a ver com bebida! (Joana)

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Dia de São Martinho!

Lenda de São Martinho


Martinho nasceu no ano de 316, em Sabária (actual Hungria). Aos 15 anos, Martinho foi para Itália e alistou-se no exército Romano.
Um dia de regresso a casa, cavalgava debaixo de forte tormenta. Numa curva do caminho, deparou com um mendigo que, quase nu, se confundia com os troncos mirrados e enegrecidos da beira da estrada. Este, estendia um braço descarnado em busca de algum auxílio que o salvasse de uma morte certa.
O general, de coração apertado por tamanha desgraça, apeou-se do cavalo e passou a sua mão carinhosamente pela do pobre. Em seguida, desprendeu a espessa e quente capa que o protegia e, com um golpe seguro de espada, dividiu-a em duas partes. Estendeu uma das metades ao mendigo e agasalhou-se o melhor que pode com a restante...


Apesar de mal agasalhado e a chover torrencialmente, Martinho continuou o seu caminho, cheio de felicidade...Então, o bom Deus, ao presenciar este gesto, fez desaparecer a tempestade. O céu ficou límpido e surgiu um sol de estio, cheio de luz e calor, nos três dias que ainda durou a viagem.


É assim, que todos os anos, em Novembro, somos presenteados com, pelo menos, três magníficos dias de Sol , para que a memória dos homens, tantas vezes curta não se esqueça do desinteresse do gesto que salvou a vida ao mendigo. - É o Verão de S. Martinho.

Ora sigam, os provérbios:
- No dia de S. Martinho vai à adega e prova o teu vinho.
- Mais vale um castanheiro do que um saco com dinheiro.
- Dia de S. Martinho fura o teu pipinho. (gosto deste!)
- Se queres pasmar teu vizinho lavra, sacha e esterca pelo S. Martinho.
- Dia de S. Martinho, lume, castanhas e vinho.
- Pelo S. Martinho, prova o teu vinho, ao cabo de um ano já não te faz dano.
- Pelo S. Martinho mata o teu porco e bebe o teu vinho. (uma matança é que era!)
- Pelo S. Martinho semeia favas e vinho.
- Água-pé, castanhas e vinho faz-se uma boa festa pelo S. Martinho.
Agora vejam bem, o que é o essencial no São Martinho??? A prática de boas acções, castanhas assadas e o VINHO!!!

Vinho do Mês

Adega de Pegões Tinto


Da península de Setúbal, região onde estão situadas as vinhas, caracterizada por um microclima com óptimas condições endafo-climáticas, únicas onde se destaca os solos arenosos ricos em água e o clima Mediterrâneo com influência marítima devido à proximidade do mar. A perfeita harmonia destes elementos favorecem o desenvolvimento de castas nobres perfeitamente adaptadas originando vinhos de excepcional qualidade.


Classificação: Regional Terras do Sado
Tipo: Tinto
Castas: Castelão Francês (Periquita) 100%
Região: Península de Setúbal
Tipo de Solo: Podzolizado de areia e arenitos
Produção de vinho: 3 000 000 garrafas
Enólogo: Jaime Quendera
Características:
Cor: Ruby
Aroma: Intenso a frutos vermelho quando novo evoluindo para especiarias a partir do 3º ano.
Paladar: Macio com estrutura e taninos de boa qualidade, fim de boca agradável.
Final da Prova: Média persistência, agradável.
Vinificação: Fermentação alcoólica em cubas inox com temperatura controlada seguida de maceração pelicular prolongada.
Envelhecimento: Nenhum.
Longevidade Prevista: Mantém-se em óptimas condições durante 5 anos.
Análises:
Teor de Álcool: 12.5%vol
Acidez Total: 5.0 gr de ácido tartárico
pH: 3.6
Pratos com os quais deve ser servido: Carnes, caça e bacalhau.
Modo de servir: Deve ser servido a 18º C.
Conservação: Local escuro, fresco e com a garrafa deitada.

sábado, 8 de novembro de 2008

Era do suvaco!!!

Antes que surjam boatos daquela que foi a noite mais quente dos últimos tempos na aldeia, eu afirmo desde já que também fui farejado por um cão da brigada cinéfila da GNR na rusga desta noite. E para além disso, digo que o bonito labrador engraçou com a minha pessoa!

Agora, se a culpa é do meu sovaco alterado, da colónia ciganal que uso á alguns anos, ou apenas do intenso cheiro a xulé que brota dos meus pés, isso não o posso esclarecer!

O certo é que enquanto as minis forem legais eu estou limpo...

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

MiniClips

"Não Havia Prái uns Achigãs???"

video

Deve ser petisco para ser comido pelo gelo também....

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Pensamento do Mês

"Está cientificamente provado que a cerveja tem hormonas femininas. Pois após algumas cervejas o homem começa a dizer muita merda, a brigar por tudo e por nada e a conduzir como uma mulher estérica!!!"

by Anónimo (hehe)